Entrevista de emprego: como detectar um chefe ruim

Já se foi o tempo em que entrevista de emprego era sinônimo de colocar o candidato contra a parede. Os tempos mudaram e a economia carente de profissionais qualificados não chegou a inverter os papeis, mas revolucionou, sim, a relação entre recrutador e candidato.

Agora, a empresa e os chefes também são submetidos a uma bateria (sutil) de análises feitas pelos próprios candidatos. Afinal, se contratados, eles também sofrerão as consequências de uma decisão mal feita.

Pensando nisso, EXAME.com consultou especialistas para avaliar quais são os sinais de que a o estilo de gestão e profissional do chefe pode não ser muito conveniente para suas perspectivas de carreira e vida.

Evidentemente, ponderações devem ser feitas: “Há dias que a gente não acorda de bem com a vida. Isso afeta o humor e o estado de espírito”, diz Reinaldo Passadori, do Instituto Passadori. Ou seja, os hábitos listados abaixo e nas próximas páginas podem ser indícios de um determinado estilo ou perfil, mas não a palavra final sobre a empresa ou pessoa.

1. Não olha nos seus olhos

E não demonstra qualquer sintoma de empatia por você. “É o tipo que se mostra distante e não se interessa em deixar o candidato numa situação confortável”, diz Rafael Souto, CEO da Produtive.

Fonte e Restante do Texto: Info

Post Author: Angelo M. Rodrigues

Desenvolvedor, Músico (nas horas vagas) e entusiasta de tecnologia. Trabalha com Tecnologias Web desde 1998, passando por diversos tipos de projetos nas áreas de distribuição, fabricação, financeira, comércio eletrônico, ERPs, entre outros.

Deixe uma resposta