Três razões para rejeitar uma contraproposta de emprego

Aceitar uma contraproposta pode ser tentador, mas pode trazer alguns problemas no futuro. Veja por que você deve pensar duas vezes antes de fazer sua escolha

Você recebeu uma oferta de emprego em outra empresa. Pede demissão ao seu chefe e ele te faz uma contraproposta. Você vai ou fica?

Enquanto uma contraproposta pode alavancar seu salário, há outras coisas que você precisa considerar antes de tomar sua decisão, afirma o presidente da divisão de TI da empresa de recrutamento Addison Group, David Morgan. “Nesse momento, seu chefe vai dizer tudo o que puder para mantê-lo. Pode soar como uma boa posição para se estar, mas não é”, disse ele em uma entrevista.

Aqui estão três razões nas quais você deve pensar duas vezes antes de aceitar uma contraproposta.

1 . O dinheiro não vai resolver o seu problema

Uma contraproposta da sua empresa pode ser tentadora – mais dinheiro, mais férias –, mas você precisa se lembrar em primeiro lugar por que começou a procurar outras oportunidades.

“Há dois elementos aqui: o impulso e a tração”, comenta Morgan. “O que está afastando você da empresa atual e o que está puxando você para uma nova oportunidade? Se você for recrutado, qual dessas forças é melhor? Idealmente, a atração é maior do que o impulso, e isso é o que você precisa se lembrar antes de ir conversar com seu chefe.”

Um aumento de salário pode funcionar como um curativo para alguns dos problemas que levaram você a começar a olhar outras oportunidades, mas provavelmente não vai resolver a situação, acrescentou o diretor de recrutamento de TI da agência Mondo. “A pesquisa mostra que os funcionários que aceitam uma contraproposta costumam deixar a companhia de seis a oito meses depois”, aponta. “O dinheiro pode ser uma solução temporária, mas não vai resolver seus problemas. ”

2 . Você vai ser rotulado

Se você aceitar uma contraproposta, a sua empresa vai se lembrar disso, o que poderia causar problemas mais tarde, alerta Leighton. “Mesmo se você aceitar a contraproposta, eles vão colocar uma marca em seu histórico para lembrar o que aconteceu.”

Isso pode ser problemático pela frente porque sua empresa enxerga um risco de você sair futuramente, disse Morgan. “Se aceitar a contraproposta, você pode continuar trabalhando lá e conseguir o dinheiro que você queria, mas eles podem sentir insegurança sobre você no futuro”, alega o especialista. “Você pode subir para o topo da lista caso precisem fazer cortes – ou ser preterido para uma promoção – porque eles acham que é só uma questão de tempo antes de você pensar em sair de novo.

3 . Sua reputação o segue.

Você precisa se lembrar de que sua reputação está ligada a suas ações, ressaltou Morgan. Considere o que pode acontecer se aceitar uma contraproposta e anos mais tarde encontrar-se em uma entrevista para alguma posição na mesma empresa – ou com o gerente dela – em que você passou no processo seletivo mas rejeitou a oferta de emprego quando lhe foi oferecida. “Boa sorte se quiser conseguir esse trabalho, pois essa é uma posição perigosa para se colocar no lugar”, alertou Morgan.

E você, sente que cometeu um erro ao aceitar uma contraproposta, ou essa escolha foi a melhor para você? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Fonte: Artigo de  Kristin Burnham no ITWEB

Post Author: Angelo M. Rodrigues

Desenvolvedor, Músico (nas horas vagas) e entusiasta de tecnologia. Trabalha com Tecnologias Web desde 1998, passando por diversos tipos de projetos nas áreas de distribuição, fabricação, financeira, comércio eletrônico, ERPs, entre outros.

Deixe uma resposta