Retenção de talentos é prioridade para 100% dos gestores brasileiros, mostra estudo

A preocupação em reter os melhores profissionais representa hoje uma prioridade para os gestores brasileiros, de acordo com um estudo realizado pela consultoria PriceWaterhouseCoopers e que ouviu 1,2 mil líderes de corporações de todo o mundo – sendo cerca de 200 deles localizados no País. De acordo com o levantamento, 100% dos executivos locais citaram a retenção de talentos como a principal ferramenta para garantir a vantagem competitiva dos negócios no longo prazo.

Se transportada ao universo de TI das empresas brasileiras, a preocupação quanto à gestão do capital humano ainda esbarra na falta de candidatos qualificados para os postos em aberto e na oferta crescente de novas vagas. Dados da Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) mostram que o déficit de mão-de-obra no setor chega a 100 mil pessoas.

Além do gerenciamento de pessoas, outros desafios foram apontados pelos executivos brasileiros que participaram do estudo da PriceWaterhouseCoopers. Entre os principais pontos estão criar estratégias para melhorar os resultados organizacionais nos próximos anos. Para tanto, 98% dos executivos consultados citaram que fortalecer a marca e a imagem corporativas representa algo bastante importante.

Brasil em destaque

Outro ponto classificado como crucial para os gestores brasileiros foi a inovação tecnológica, citada por 96% dos entrevistados. O número fica bastante acima da média dos executivos do resto do mundo, entre os quais esse índice cai para 80%.

Pelo estudo, essa discrepância reflete o quanto os países latino-americanos estão “atrasados” quando o assunto é a busca pelo conhecimento e a valorização do novo. No Brasil, segundo estudo realizado pela consultoria de recrutamento de executivos Robert Half, gestores erram ao motivar seus funcionários a investir tempo somente em iniciativas cujo resultado é garantido, por conta de uma aversão a riscos.

Fonte: Site CIO do UOL

Post Author: Angelo M. Rodrigues

Desenvolvedor, Músico (nas horas vagas) e entusiasta de tecnologia. Trabalha com Tecnologias Web desde 1998, passando por diversos tipos de projetos nas áreas de distribuição, fabricação, financeira, comércio eletrônico, ERPs, entre outros.

Deixe uma resposta