Por que a Microsoft teme o Linux?

Texto que, “graças a Deus”, não é “xiita” e que relata com bom senso o porque que a Microsoft teme o Linux e porque o Linux também tem que temer a Microsoft!

Para o blogueiro Preston Gralla, do Computerworld, EUA, a Microsoft desenvolveu o Windows 7 mais simples para matar o crescimento do Linux nos netbooks.

A Microsoft criou o Windows 7 mais leve para que ele rodasse em netbooks. Como evidência disso, destaco Jerry Shen, o CEO ASUS, declarando que pretende lançar uma versão do Eee PC com Windows 7 em meados de 2009.

E, também, que a taxa de devolução de netbooks com Linux nos Estados Unidos é pelo menos quatro vezes maior do que os subnotebooks com XP para a fabricante MSI.

Esses são alguns dos motivos que o Linux deveria termer a Microsoft; mas o contrário é verdadeiro também.

A Microsoft definiu como prioridade deixar o Windows 7 mais leve para controlar o crescimento impressionante de Linux em netbooks.

Uma reportagem na Bloomberg aponta que os principais fabricantes de netbooks, a Acer e a Asus (que possuem juntas 90% do mercado) estão usando Linux software em 30% das suas máquinas. Se comparado com os computadores pessoais, em que a Microsoft detém cerca de 90% do mercado, o número é bastante relevante.

Fonte e resto do Artigo: http://computerworld.uol.com.br/mercado/2008/11/11/por-que-a-microsoft-teme-o-linux/

Post Author: Angelo M. Rodrigues

Desenvolvedor, Músico (nas horas vagas) e entusiasta de tecnologia. Trabalha com Tecnologias Web desde 1998, passando por diversos tipos de projetos nas áreas de distribuição, fabricação, financeira, comércio eletrônico, ERPs, entre outros.

Deixe uma resposta